Novos imóveis e o futuro da mobilidade urbana

O futuro da mobilidade urbana no mercado imobiliário

A vida intensa nas grandes cidades tem proporcionado diversas mudanças na mobilidade urbana nos últimos anos. Algumas delas passaram a investir em planejamentos mais modernos, com foco em diferentes modalidades no transporte público e em soluções sustentáveis.

Ainda que a pandemia do coronavírus tenha limitado a nossa forma de viver a cidade e possa até gerar mudanças definitivas, quando superarmos essa adversidade os deslocamentos físicos serão retomados em maior escala. 

Como muitas das grandes cidades brasileiras sofrem com trânsito intenso e sistemas de transporte sobrecarregados, alguns setores da sociedade têm trabalhado para propor novas opções de deslocamento e viabilizar diferentes estilos de vida que estimulem melhorias a esse cenário.

Hoje, mostramos como um projeto imobiliário consegue proporcionar mais qualidade de vida por meio de soluções inovadoras de mobilidade urbana. Confira!

Localização estratégica

Regiões centrais geralmente oferecem uma experiência completa de uma grande cidade. Afinal, é nelas onde tudo acontece. É onde se encontram as principais estruturas comerciais e onde estão os epicentros culturais.

Epic Savassi - novo empreendimento no coração da Savassi

Imóveis localizados em regiões privilegiadas estarão mais próximos dos principais destinos dos moradores, o que proporciona deslocamentos mais curtos e a possibilidade de utilizar meios alternativos de transporte – ou até mesmo o deslocamento a pé.

Soluções alternativas e saudáveis

Morar perto de seus compromissos abre uma nova possibilidade, que para muitos é um grande privilégio: poder se deslocar a pé ou de bicicleta. A essas opções, somam-se também as patinetes elétricas, que têm sido cada vez mais presentes nas grandes cidades para deslocamentos curtos

Essas novas soluções de mobilidade urbana foram tendências nas principais metrópoles de outros países por proporcionar uma rotina mais saudável e sustentável. Agora, elas começam a ganhar mais espaço nas grandes cidades brasileiras.

O aluguel de bicicletas tem se popularizado, mas a prática acaba gerando novos ciclistas que querem ter as próprias bikes. E para isso, nada melhor que morar em um imóvel com espaços destinados ao armazenamento apropriado da sua bicicleta.

Bicicletário com bike sharing no LúminaTodos os nossos novos empreendimentos, como Home e Legacy (ambos no Funcionários), Epic (na Savassi) e Lúmina (Santo Agostinho) contam com bicicletários. No caso do Home, as bikes podem ser até compartilhadas. O Duo, projeto em construção no Vila da Serra, disponibilizará patinetes e bicicletas elétricas compartilhadas!

Carros elétricos

Ainda novidade no Brasil, com os primeiros modelos destinados ao segmento de luxo, os carros elétricos já começam a se tornar realidade e devem ser cada vez mais comuns nos próximos anos.

Os veículos elétricos têm grande eficiência energética, com menor consumo de combustíveis fósseis e maior potencial sustentável. Com o advento da tecnologia, as cidades brasileiras deverão se adaptar, oferecendo pontos de recarga para os novos veículos.Enquanto isso, os projetos da Somattos já estão preparados para os novos carros. Empreendimentos como Home, Lúmina, Legacy, Epic, Duo e La Reserve contam com estações de recarga para os veículos elétricos, garantindo ainda mais comodidade para os moradores.

Preferências a táxis ou aplicativos

As pessoas que têm uma rotina mais dinâmica e fluida muitas vezes preferem não ter carro e adotar diferentes modalidades de transporte para seus compromissos.

Assim, cortam os custos de um automóvel e, morando em uma região privilegiada, têm deslocamentos menores, que podem ser feitos a pé, de bicicleta ou por meio de táxis e aplicativos de carona. Essas alternativas têm custos inferiores e são mais práticas, já que a pessoa pode realizar outras atividades no carro, livre da obrigação de dirigir.

Home Office e Coworking

Um movimento que já ganhava espaço em algumas empresas e cresceu ainda mais no período de isolamento social foi o home office. O teletrabalho foi a solução imediata para atividades que não exigiam presença e proximidade física dos colaboradores.

Apesar de surgir como uma necessidade momentânea, várias empresas perceberam que o modelo de trabalho pode ser adotado para além da pandemia. Assim, muitos profissionais terão a opção de trabalhar de casa ou em ambientes de coworking, podendo escolher a opção mais viável e com menores deslocamentos.

O Lúmina, empreendimento em construção no Santo Agostinho, contará com uma área de trabalho compartilhado em seu rooftop no 15º andar. A ótima localização dos projetos da Somattos garante proximidade a algumas das melhores opções de coworking em BH, como o Guaja e o WeWork Savassi.

E você? Ainda encara o trânsito todos os dias ou procura uma vida mais moderna, perto de tudo o que você precisa?

Aqui na Somattos, desenvolvemos empreendimentos de alto padrão, alinhados com as tecnologias e tendências mais inovadoras, sempre nas melhores regiões de Belo Horizonte.

Aproveite para conhecer mais sobres nossos lançamentos aqui em nosso site!

    Leave a Comment

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *